quinta-feira, 25 de junho de 2009

******* Momentos Áridos ********


Momentos Áridos

Com o olhar perdido no céu nublado...
Os pensamentos ancorados em algum lugar distante...
Os sentimentos mergulhados no mar das emoções...

Como uma planta
em desertos cálidos...
Aguardo sedenta
o regresso de mim mesma
tentando sobreviver
nesses momentos áridos...

Eliane Santoro da Costa

nota:Estou ótima,esses momentos áridos já passaram.

15 comentários:

Canduxa disse...

Querida Eliana

São os momentos áridos que te tornam numa pessoa forte e com vontade de renasceres em cada dia que amanhece.
É uma bênção Divina estar consciente do nosso processo de transformação e saber esperar com tranquilidade pelos momentos de felicidade que nos espreitam em cada esquina.
Como sempre uma magnifica reflexão.
Meu abraço cheio de luz e muito amor

bemviver disse...

Olá querida, estes momentos são muito importantes para o conhecimento de nós mesmos, acho que saímos melhores pessoas depois de algum sofrimento, é o único momento da parada e olharmos para dentro,também serve para maior entendimento do outro, nos fortalecemos enchendo nosso coração de amor. Só passa por isso quem merece, pessoas iluminadas como você. Momentos áridos, que título representativo, está linda sua reflexão. A imagem é linda, meu carinho BJS.

Xabonas disse...

"A vida não passa de um instante, mas basta este instante para empreendermos coisas eternas." (Ernest Bersot)

..................:-)

Filomena disse...

Minha querida,

Todos temos momentos áridos, e ainda bem que os temos, para depois darmos mais valor aos momentos bons que a vida nos propicia.
Temos de viver todos os momentos da vida.

Beijo


Filomena

meus instantes e momentos disse...

lindo blog. Gostei muito daqui.
Maurizio

Valdemir Reis disse...

Olá amiga Eliane, bom te ver! Belissimo trabalho, encantado, maravilhoso, parabéns. Apresento o texto abaixo:
“Antes de falar, escute.
Antes de julgar, espere.
Antes de rezar, perdoe.
Antes de escrever, pense.
Antes de desistir, tente.
Na busca por mim, descobri a verdade.
Na busca pela verdade, descobri o amor.
Na busca pelo amor, descobri Deus.
E em Deus, tenho encontrado tudo.
Enquanto navegar pela vida
Não evite tempestades e águas bravias.
Apenas deixe-as passar.
Apenas navegue e continue.
Sempre se lembre:
mares calmos não fazem bons marinheiros.
O mais importante em qualquer jogo não é vencer,
mas participar.
Da mesma forma, o mais importante na vida não é o triunfo, mas o empenho.
O essencial não é ter vencido, mas ter lutado bem.” A. d.
Agradeço fortemente de coração a sua atenção e a sua gentileza. Deixo votos de uma semana repleta de muitas conquistas, muitas bênçãos e que reine a paz, saúde e proteção, brilhe sempre! Fique com Deus. Encontraremos-nos sempre por aqui. Felicidades.
Valdemir Reis

Anne Scandell fadacom disse...

Voando alto por mundo afora muitas vezes me deparei com a aridez dos campos, das pessoas,de mim mesma, do mundo ao meu redor. É sempre uma fase dificil, de muita reflexão e aprendizado, pois o crescimento pessoal esta em como caminhamos nas dificuldades e o que aprendemos com ela. O sábio aprendeu que muitas vezes as turbulências são necessárias para nos tirar da acomodação que nos deixamos levar. Então que possamos sempre ser sábios e aproveitar ao máximo dos momentos áridos para aprender, assim poderemos germinar uma bela flor da esperança que nascerá em tempos melhores.
Bjão encantado de uma fadinha que adora voar mundo afora e conhecer pessoas especiais como você.

Pelos caminhos da vida. disse...

Que bom que já passaram...

TEM SELINHO LA PRA VC.

BEIJOOO.

bruxamarytsha disse...

E sempre precisamos desses momentos áridos para crescer, belo, beijocas

Tatiana disse...

A vida é repleta de momentos... e são esses que muitas vezes nos impulsionam...

Desejo para você uma semana repleta de dádivas!

Um beijo carinhoso

bruxamarytsha disse...

Está de volta de seus momentos áridos querida? beijocas

Maria Emília disse...

O seu pequeno bonito poema fez-me lembrar o tempo que eu vivi à beira do Calaari (3º maior deserto do Mundo). Em 9 anos só vi chover 3vezes. Era mesmo deserto árido. Nessas vezes em que choveu, onde só havia areia passou a crescer erva (capim). Numa semana ficava mais alta que um homem. Eram biliões de sementes à espera do tempo para germinar. Não vão acreditar, mas o meu pai levou-me à noite para ouvir a erva crescer.
Espero que consigo aconteça algo de semelhante, Eliane.
Um beijinho,
Maria Emília

Eliane Santoro da Costa disse...

Maria Emília

Gostei muito do que contou e deve ter sido uma experiência inédita!Agradeço seu comentário!

Beijinhos de luz!

Luciana disse...

Oi Eliane, obrigada pela visita sempre bem vinda e que bela postagem. Bjs

EVELIZE SALGADO disse...

Eliane, é o silêncio externo que permite que ouçamos o canto dos pássaros alegrando nossa alma.

O solo árido permite que belas flores nasçam em nosso coração regado de AMOR.

Grande beijo!!!!