quinta-feira, 11 de junho de 2009

******** Identificação com as árvores ********


Identificação com as árvores

Curvo-me diante
da tua aura radiante.
Beleza gratificante
a me alegrar a cada instante.

Quantos passam adiante,
sem notar sua cor brilhante,
sua forma enfeitando,
seu contato energizando.

Acenas para mim,
com seus galhos tremulantes,
e suas folhas como enfeites,
balançando assim assim.

Ao meu amor correspondes
enviando-me com seu semblante,
uma paz inebriante.

Eliane Santoro da Costa

Podem ler também: "Eu e a árvore" e "Discreta dispedida"




12 comentários:

bemviver disse...

Querida amiga
Cada vez estão mais lindos seus poemas ou reflexões como você fala, e essa [identificação com as arvores] está maravilhosa.
Como está a preparação do livro?
Vai ficar lindo, cheio de amor e de luz. Meu carinho BJS.

Nely disse...

Olá Fada.
Realmente a paz da natureza é enebriante, pena ser pouco respeitada.
Uma reflexão intimista muito bela, só fada sabe ver esa beleza.
Beijo de paz e carinho.

Canduxa disse...

Querida Eliane,
Que maravilha esta reflexão.
Considero as árvores um excelente exemplo para nós, seres humanos. A força e a sua renovação constante mostra como é possível viver em equilíbrio. E, a sua aura é de facto algo maravilhoso e luminoso. Numa das minhas caminhadas para Santiago, a próxima que vai ser publicada, falo sobre a alegria de ter visto essa maravilha.... a aura das árvores.
Nada mais belo e bonito que admirar uma árvore e sentir a sua paz inebriante.
Simplesmente adorei.
Mil beijinhos com muito carinho e luz

bruxamarytsha disse...

Linda declaração de amor a essas amigas que tanto fazem por nós sem nada pedir, beijocas

*Lisa_B* disse...

Querida amiga Eliane minha fadinha,
estou bem dentro do possivel...
ainda não voltei a 100% nem dá para se comentar no meu blog principal só nos selinhos mas ando em arranjos no outro e em breve tudo ficará bem e normal...

Beijinhos e gosto muito de vc.
Obrigada por tudo

Flavinha disse...

Ai q lindoo!
As árvores tb me encantam. Vc viu no meu orkut a arvore de 1000 anos q eu conheci e abracei???
Amei te ver sábado!
bjsssss

Filomena disse...

Fada Eliane:

Deixei um comentário no post de homenagem a sua tua. Gostei muito.
As árvores dão-nos realmente paz, com o seu canto de folhas ao vento que passa.

Fique bem


Filomena

Maria Emília disse...

Cheia de significado esta elegia às árvores. Na verdade as árvores são grandes amigas que gostamos de ver crescer. Costumo meditar muitas vezes debaixo de um enorme pinheiro manso que se ergue a 300 metros da minha casa. Envolvida no seu abraço esqueço-me das horas que passam. É mágico.
Um beijinho,
Maria Emília

Nely disse...

Olá Fada.
Obrigado pelos seus carinhosos comentários, meu blog fica todo iluminado quando passa lá...
São seus pozinhos mágicos, eu sei.
Abra suas asinhas (as de longa distancia rsrs) e dê um pulo ao Rosa caída e entre AS MINHAS PÉTALAS tem um desafio para você, e um Mouse de Ouro que repasso com carinho.
Beijinho em seu coração.

EVELIZE SALGADO disse...

Oi, Eliane, bem vinda a minha casa. Vim conhecer a ua também.
Bjinhos de paz e luz!!!!!!

bruxamarytsha disse...

A oração é feita nesse dia e hora, por todos que cultivam a crença na Grande Fraternidade Branca, beijocas

Pelos caminhos da vida. disse...

Todo sentimento precisa de um passado pra existir,a amizade não.
Ela cria como por encanto um passado que nos cerca,ela nos da a consciência de havermos vivido anos a fios com alguém que a pouco era quase um estranho, ela supre a falta de lembrança como espécie de mágica.

Bom dia.

beijooo.